O recente estudo realizado pela PwC e pelo Urban Land Institute (Emerging Trends in Real Estate), indica a capital portuguesa como promissora ocupante do pódio da corrida ao investimento seguro europeu. Critérios como a qualidade de vida, “imóveis relativamente mais baratos” e “os ótimos retornos” estão na base das afirmações feitas.

 

Está para breve a abertura do concurso promovido pela Câmara Municipal de Lisboa, no âmbito do programa renda acessível (PRA).

Com efeito, este concurso visa garantir a colocação no mercado lisboeta de 1600 novos apartamentos, dos quais 1200 terão uma renda reduzida, cifrada entre 150€ e 600€, consoante a tipologia em questão. Estando, contudo, estas rendas sujeitas a eventuais ajustes anuais.

 

À entrada do último trimestre do ano de 2018, aproveitaremos a nossa newsletter do presente mês para analisar os dados relevantes sobre o mercado imobiliário que se encontram atualmente disponíveis.

 

A contínua subida do mercado imobiliário designadamente nos grandes centros urbanos tem suscitado a questão se estaremos perante uma situação de uma bolha imobiliária ou não.

 

Foi aprovada no final do mês de Abril, a simplificação dos licenciamentos turísticos em Portugal, com o objectivo de diminuir prazos e incluir os novos modelos de alojamento que têm vindo a surgir.

 

Subscreva a newsletter AOB
e receba as ultimas notícias a nivel mundial


Registo na Ordem dos Advogados sob o n.º 13/04

Morada: Av. Engenheiro Duarte Pacheco, 19, 1º andar
1070 - 100 Lisboa

Tel: +351 21 371 33 50

Por defeito, este site usa cookies. Estes cookies destinam-se a optimizar a sua experiência de navegação neste site.